Lua de mel dos sonhos em Trairi - CE. Por Cammilla e Bruno




Dando continuidade à série Lua de mel dos sonhos, o texto de hoje é sobre a Lua de mel da NBU Cammilla Horta e do Bruno. 
Eles escolheram um destino nacional nada clichê, porém encantador e de beleza única. 
Eles foram para a praia de Trairi, no Ceará e assim conseguiram unir o desejo de descansar e curtir uma praia. 

Clique AQUI e conheça mais sobre esse incrível destino


"Com tanta coisa pra resolver às vésperas do casamento, geralmente a gente quer praticidade pra selecionar uma lua de mel, né? Mas se você não é do tipo que curte deixar uma agência de viagem cuidar dos detalhes da sua vida por você, não tem nada melhor que contar com a ajudinha de quem já viajou pra dar dicas certeiras. É por isso que eu amei tanto essa ideia da Lívia de abrir um espaço aqui pra divulgar nossas viagens de sonho.



Eu e Bruno nos casamos em agosto de 2014. A primeira pergunta que fizemos para decidir a lua de mel foi: queremos descansar ou bater perna? Como já estávamos com planos de outras viagens pro futuro, resolvemos que esse seria um momento pra nós dois, pra curtir juntinhos um destino que não nos exigisse muito. A próxima pergunta foi: descansar onde? Friozinho ou calorzinho? Nós dois acertamos que o ideal seria uma praia. 
Beleza, mas que praia? Como nós somente teríamos uma semana de licença do trabalho, decidimos que tinha que ser algo perto, pra não perder dois dias inteiros (ou mais) dentro de um avião. Mas Brasil ou exterior? Como hoje o orçamento de bons hotéis no Brasil vale o mesmo tanto que em alguns lugares do Caribe, decidimos montar uma planilha de custos com os hotéis que mais nos agradassem. Ótimo, e por onde começar a procurar? Temos que conhecer bons lugares pra ir justamente na época de nossa lua de mel - boa praia é a praia onde não chove! Então visitamos esse site aqui pra ver onde é que seria recomendado. Selecionamos Aruba, Ceará, Cartagena e Fernando de Noronha. E lá fui eu escarafunchar a internet inteira atrás de hotéis.

Pelo menos pra nós, lua de mel significava ter algo a mais, algo especial, algo que tornasse a viagem memorável. Por isso, decidimos por hotéis que oferecessem um quartinho com banheira de hidro e uma vista, pelo menos. Eu devo ter passado dez dias lendo sites de viagens sem parar. Até que, ao ler sobre um hotel na praia de Trairi (chamado Orixás Art), digitei esse nome da cidade no Google e descobri outro hotel, recém inaugurado, na mesma praia: o Zorah Beach. Peguei os preços desses hotéis aí, e mais de alguns em Aruba, Cartagena e Fernando de Noronha (aliás, conseguir uma banheira de hidro em Noronha é só pra globais, porque o preço é absolutamente inacessível pra mortais como nós). Coloquei na planilha: custo com passagens, custo da diária, horas de deslocamento para chegar ao local, refeições incluídas. Por causa do deslocamento, descartamos hotéis fora do Brasil. E o nosso coração bateu junto pelo Zorah. As fotos falam por si.


Entramos em contato com o hotel e reservamos um bangalô. O preço é um pouco mais barato que o informado pelo site do hotel. Nos ofereceram um “pacote de lua de mel”. Pagaríamos um valor pra ter direito a alguns serviços especiais - como um jantar na praia, café da manhã no quarto, uma garrafa de Veuve Clicquot adicional (já vem uma em cada quarto), um passeio nas dunas e um upgrade de graça pra um quarto superior, se disponível (no nosso caso, só tinha um único quarto superior, que era a Villa - com piscina e jacuzzi - e eu não criei muitas expectativas... mas chegando lá a Villa não estava ocupada e ficamos 5 noites numa casinha maravilhosa, no melhor lugar do hotel). Valeu demais o pacote de lua de mel (mesmo sem o upgrade, ele se paga facilmente).




O hotel é lindo, o ambiente de muito romance. Como chegamos numa segunda-feira (dica: se você casar no sábado, não viaje logo no domingo - dê um tempinho pra você descansar e curtir o pós-casamento, que é maravilhoso, e saia de lua de mel com calma) pra passar 5 noites, quase o tempo todo que estávamos lá o hotel estava somente com outros dois casais como hóspedes (gringos com esposas brasileiras). Na sexta chegaram mais pessoas, e no sábado o hotel já estava quase todo ocupado (basicamente, gente de Fortaleza com vontade de esbanjar no fim de semana).








A gastronomia é algo que merece nossa atenção. O Zorah Beach não é all inclusive: só o café da manhã está incluído na diária. Mas vale a pena comer lá. Nunca vi um café da manhã tão maravilhoso nessa minha vida de viajante profissional (a foto que deixo aqui é de depois de termos comido algumas coisas, e antes de muitas outras terem chegado à nossa mesa). Tinha champagne (não espumante - champagne mesmo) no café da manhã. É pra sambar na cara da sociedade! Almoçamos todos os dias no hotel. Os pratos bem servidos e com preços ótimos. Mesmo! Mais barato que sair pra comer aqui no final de semana, e certamente muito mais charmoso. Paguei mais nesse carnaval indo almoçar hambúrguer no Outback do que paguei num prato com frutos do mar no Zorah. O pão indiano caseiro é perfeito. Os drinques são maravilhosos! O preço SUPER justo (ou seja, bem mais barato que qualquer barzinho da moda em Brasília), com bebidas importadas. Pra vocês terem ideia, lembro que me chamou atenção a latinha de refri custar R$3,50. Isso é o preço de qualquer restaurante aqui. Geralmente comer e beber em hotel custa um absurdo, mas lá não é o caso: come-se muito bem por preço muito justo. Jantamos 3 noites por lá, tudo maravilhoso. Comeria lá o resto da minha vida. Ponto alto do hotel.





Agora vamos à parte prática:

Chegando lá - alugamos um carro no aeroporto de Fortaleza, a estrada está duplicada, o GPS achou o lugar sem nenhum problema. São 2h de viagem.

Trairi - não tem muito o que se fazer por lá. A cidade é pequena e bem charmosa, tem uns restaurantes bacanas pra ir à noite. O carro foi especialmente útil pra sair do hotel pra essas escapadas, mas honestamente a gente queria mesmo era comer no hotel. Almoçamos no dia de ir embora no restaurante do Orixás Art, um dia comemos à noite na Pizzaria do Nonô e lanchamos um pastel na Sol Lanches antes de sentar num barzinho em frente à praça da cidade pra petiscar. Recomendo todos.

Praia - gente, a praia é quase deserta. É maravilhoso. O mar forma umas piscininhas e eu ficava me esbaldando por lá. Mas ficamos a maior parte do tempo na piscina fantástica do hotel. Venta muito, e é uma verdadeira aventura conseguir esticar uma canga na areia.



Passeios - alugamos um quadriciclo um dia pra passear pela praia. Em outro, fomos de bugue pra outra praia perto (Lagoinha), que tem bares e restaurantes pra servir a gente, como estamos acostumados nas praias “normais”. No caminho, passamos com o bugueiro por uma lagoa linda, pra nadar. Fizemos também um passeio de catamarã na foz de um rio ao pôr do sol e visitamos um manguezal. Além do passeio de bugue pelas dunas que estava incluído no nosso pacote de lua de mel. Tudo foi arranjado com o hotel, e o preço por passeio foi de uns R$80 por pessoa (caso do catamarã, R$25; no caso das dunas, R$80 pro casal). Não é nada imperdível. Eu passaria cada segundo no hotel sem me arrepender por isso.




Quanto custa o essencial (comer, hospedar, transportar)? (preços por casal)

- Transporte: 6 dias de aluguel de carro com ar condicionado na Unidas = R$550
- Passagens pra Fortaleza: R$800 (compradas com antecedência, voo direto)
- Diárias de hotel: depende do quarto - o bangalô que alugamos foi R$800 por dia. Mas os preços variam de R$500 a R$2000.
- Comer e beber: para uma lua de mel especial, a comida e bebida têm que ser no capricho, né? Gastamos cerca de R$200 por dia com comida e bebida, incluindo bebidas alcoólicas.

Nosso orçamento total - incluindo o pacote de lua de mel, passeios, massagens para o casal, uma noite de hotel em Fortaleza (onde nos hospedamos na volta pra encontrar uns familiares do marido), tudo o que comemos e bebemos, sem miséria nenhum (afinal, lua de mel é uma vez na vida) - foi de R$9.500.




Todo o custo foi pago com as cotas de lua de mel que ganhamos dos convidados (fizemos um site com as fotos e preços reais das coisas, o que eu acho que foi um super incentivo pras pessoas nos darem o presente: eles sabiam que nós realmente íamos gastar o dinheiro com aquilo). Mas vale lembrar que nós já tínhamos apartamento montado, e por isso não montamos lista de presente em nenhuma loja - não conte com a mesma quantia generosa caso você esteja montando sua casa e deixe listas em lojas. Para referência: nosso casamento foi para 220 pessoas, a maioria amigos jovens. Sabe o que foi mais legal? Montar um álbum no Facebook com as fotos da lua de mel e marcar os amigos nessas fotos (de acordo com o presente que cada um deu), agradecendo por nos ajudar a ter uma lua de mel dos sonhos!

VANTAGENS: chega-se rapidamente, o hotel é super exclusivo, a comida é maravilhosa, o local é pensado pra ter clima de romance e descanso.

DESVANTAGENS: não consigo pensar em uma a não ser o custo da diária. É salgadinha mesmo, mas eu achei que valeu cada centavo."


-------------------------------------------------------------------------------

Também teve uma LUA DE MEL DOS SONHOS e quer dar a dica? Envie seu texto com fotos para casareiembrasilia@gmail.com


Outros posts interessantes sobra Lua de mel:
5 destinos no nordeste para lua de mel
5 ótimos destinos nacionais para lua de mel
Dicas para lua de mel econômica

LUA DE MEL DOS SONHOS em Pipa - RN, Por Livia e Rafael

2 comentários

Isabella Carvalho disse...

Adorei as dicas! Quando a Camila comentou desse hotel no grupo de noivas, eu fiquei super interessada pra ir. Mas na época da minha lua-de-mel, de acordo com alguns sites de clima, chove bastante no Ceará. AI desisti. Mas um dia quem sabe não dá pra ir. As fotos ficaram lindas.

Thaís disse...

Lugar lindo. Arrasou!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...