Cerimônia - Parte 2 - CASAMENTO GUIM (Post 6 de 14)

Arroz ecologicamente correto, casamento desconectado e lágrimas de alegria.


Quando estava preparando o meu casamento eu pesquisei muito na internet e comecei a prestar atenção em todos os detalhes dos casamentos que eu ia. Uma coisa me chamou muito a atenção: 

Muita gente fotografava a cerimônia e principalmente a entrada da noiva... 
E a pobre da noiva acabava com fotos assim:






Foi então que tomei uma decisão difícil: 

Fazer um casamento “desconectado”. 

Eu já tinha feito um post abordando esse tema aqui no blog (clique aqui). Lógico que tive que lidar com caras feias. Algumas pessoas acharam um absurdo eu não querer que os convidados fotografassem a cerimônia (que fique bem claro que não poderia fotografar apenas durante o cortejo e a celebração – antes de começar a cerimônia e durante a festa os convidados poderiam fotografar o quanto quisessem). Mas decidi que assim seria, era o meu dia. Eu queria ver a cara dos meu convidados nas fotos dos fotógrafos, não o celular deles. 

Eu e o noivo pensamos muito e chegamos à conclusão que deixaríamos um cartãozinho simpático em cada cadeira, junto com as lágrimas de alegria e o arroz. 

O cartãozinho ficou assim:




Felizmente meus convidados respeitaram o pedido. E pude ter algumas fotos só com os sorrisos deles sem celulares para atrapalhar, como essas: 


Em outro post explico a história dessas orelhinhas... Mas já adianto que elas fizeram um super sucesso. Todo mundo riu e depois muita gente tirou fotos na cabine fazendo as orelhinhas!!! 







As lágrimas de alegria foram feitas pela Gaby, a mesma pessoa que fez a arte do convite. Veja o post sobre os convites aqui. Imprimimos em papel reciclado, para combinar com o convite que era de papel semente. Minha mãe montou todas as lágrimas de alegria!  Obrigada mãaaeee! 


Tivemos também o tradicional arroz, só que em formato de coração. E além disso, o nosso foi um pouco diferente. Ele é feito de sacarose (açúcar) e se dissolve com a água. Não fazendo mal para o meio ambiente e não sendo um perigo para as aves. Os flocos de arroz artificiais são um problema para os animais, pois eles comem achando que é alimento e depois passam mal.  




Não sei se esse arroz vende no Brasil, acho que já vendem sim. O meu foi trazido dos Estados Unidos pela a minha avó e minha Tia ! Obrigada Vó Mariana e Tia Heloisa! Ele vem em um saco grande como esse:




Aí é só comprar saquinhos de tule e colocar um pouquinho do arroz em cada.





Espero que vocês tenham gostado dos detalhes. Quer saber mais sobre o meu casamento? Clique nos posts abaixo! 


Outros posts da série CASAMENTO GUIM - é só clicar que abrirá em uma nova aba:

Quer saber sobre as exigências da igreja católica, o curso de noivos e muito mais?
Casando na igreja católica

Quer saber sobre o meu noivado? Então confira os seguintes posts:

Gostou dos meus posts? Veja mais dicas aqui: 
Casamento Judaico




2 comentários

Hingrid Thamires disse...

Que coisa mais linda ..parabéns !!!!
fico no aguardo das próximas
etapas.

Natalia da Costa disse...

Perfeita a sua ideia em pedir para os convidados deixarem o celular e as câmeras de lado. Sou a favor de uma nova etiqueta para esses tempos modernos, onde não se vê com os próprios olhos o momento real, mas sempre através de uma telinha. Suas fotos ficaram lindas! Parabéns!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...